Programa infantil de grande sucesso produzido pela TV Cultura com quadros variados e educativos.

Emissora: TV Cultura.
Transmissão Original: de 1990 a 1994.
Duração: 30 minutos.
Cores.
Companhias Produtoras: TV Cultura, FIESP e SESI-SP.

O Programa.


Com 150 programas gravados, a história de uma família que liga a TV e participa do Rá Tim Bum ganhou quatro prêmios internacionais e dois nacionais de melhor programa infantil. O programa Rá Tim Bum era uma produção feita para crianças na fase da pré alfabetização, com uma linguagem que renovou o padrão  dos infantis da TV brasileira cheios de quadros que pareciam recortes de uma revista, ou seja, dinâmicos, coloridos, mas que não tinham ligação entre si.

A TV Cultura investiu bem na estrutura de esquetes humorísticas animadas, protagonizadas pelos hilários personagens de atores como: Iara Jamra, Grace Giannoukas, Carlos Moreno e Eliana Fonseca, para transmitir suas mensagens pedagógicas.

Através destes quadros as crianças aprendiam noções de higiene pessoal, de ecologia, de cidadania, além de ter contato, de forma divertida, com as matérias escolares como Português e Matemática.

Sem ser chato Rá Tim Bum aproveitou o melhor do teatro, vídeo e música. A trilha sonora foi assinada por Edu Lobo, também com canções de Arnaldo Antunes, Fernando Salém, Hélio Ziskind e Paulo Tatit, interpretadas por importantes nomes da nossa música como: Caetano Veloso, Boca Livre, Joyce e Jane Duboc.

 

Quadros.


Com um roteiro inteligente, sem repetir a linguagem tatibitati de seus concorrentes, o programa trazia quadros interessantes como o “Senta Que Lá Vem História”, com fábulas contadas através de objetos como meia, copos, escovas, entre outros, que serviam como personagens; ainda tínhamos o detetive Máscara e seu assistente Euclides feito pelo Garoto Bombril Carlos Moreno. Marcelo Tas era  o professor Tibúrcio que explicava às crianças inúmeras coisas interessantes; e contando as novidades da sua vida de menina estava Nina com sua boneca confidente chamada Careca.

Os telespectadores mirins assistiam ainda o divertidíssimo “Jornal da Criança”, apresentado pelo Arinélson, que era apaixonado pela repórter Darlene Rocha;

Uma fadinha chamada Dalila que vivia dizendo “Pétalas de rosa, orvalho matutino, pulo de formiga, Rá-Tim-Bum” também aparecia para ensinar o nome das cores; O Doutor Barbatana era responsável pela narração do quadro “Sereias de Água Doce”.

Rá Tim Bum mostrava também a Família Teodoro, com seus malabarismos facílimos de fazer  para despertar nas crianças o desejo de repetir em casa, ou O Professor Biguilim, uma espécie de ave que vivia trancada em seu laboratório fazendo perguntas para ajudar em suas experiências; e uma inteligente esfinge perguntava e ensinava as crianças, enquanto uma fadinha aprendia coisas interessantes com um poço falante.

O programa foi exibido com sucesso pela TV Cultura e após ficar alguns anos fora da programação da emissora retornou à televisão pela Tv Rá-Tim-Bum.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin