A Coisa é um desenho animado protagonizado pelo herói de pedra do Quarteto Fantástico que se transforma unindo dois anéis.

Emissora: ABC.
Emissora no Brasil: Rede Globo e TV Manchete.
Transmissão Original: de 8 de setembro de 1979 a 1º de dezembro de 1979.
Duração: 15 minutos.
Temporadas: 1 (27 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera Production.

O Desenho.


Criados durante a década de 1960 por Stan Lee e Jack Kirby, o Quarteto Fantástico alcançou grande sucesso nos quadrinhos, ao mostrar a história de Reed Richards, Susan Storm, Johnny Storm e Benjamin Grimm que se transformam em heróis ao testarem uma nave espacial construída pelo próprio Reed para o governo americano. Quando entraram em órbita, a nave foi atingida por uma tempestade de raios cósmicos que afetou a estrutura molecular dos ocupantes. Ao voltarem, descobriram que haviam adquirido poderes sobre-humanos.

Ben Grimm ganhou uma couraça de pedras de origem desconhecida que cobrem seu corpo. Ben é como um brontossauro… pacato, tranquilo, mas quando ele grita “tá na hora do pau!”, é melhor sair da frente, pois como o herói Coisa ele destrói tudo a sua volta.

O Coisa é um dos personagens mais conhecidos da Marvel e a Hanna-Barbera, que já havia produzido um desenho do Quarteto Fantástico, acabou trazendo o Homem de Pedra num desenho solo, em 1979, no qual a história do personagem é muito diferente da original contada acima.

A animação que estreou no dia 8 de setembro de 1979, na rede ABC como parte do desenho Fred e Barney Encontram A Coisa, tinha histórias ingênuas e colocava o poderoso herói da Marvel Comics contra vilões nem tão poderosos assim.

 

A História.


No desenho,  Benjamin Grimm é conhecido como Benjy Grimm, um jovem e magricelo nerd, que se transforma no herói Coisa graças a dois anéis que ele leva nos indicadores de cada mão. Quando Benjy sente que seus amigos estão em perigo, ele corre para um lugar escondido, une os dois anéis e grita a famosa frase: “anéis mágicos entrem em ação!”, assim um monte de pedregulho alaranjado cobre o que antes era o corpo mirrado de Benjy e ele pode sair por aí distribuindo sopapos nos vilões.

Entre os amigos de Benjy estavam o esnobe Ronaldo Gente Fina, sua namoradinha Betty que perdia a compostura ao ver o monstro de pedra já que era caidinha pelo Coisa, sua irmã Kelly e a Dona Marta. A turma vivia suas aventuras sempre em grupo, como era o estilo das animações da Hanna-Barbera.

Quanto aos vilões, para quem já tinha enfrentado nos quadrinhos malfeitores como Galactus, até que a missão do Coisa não foi muito difícil, pois os perigos que herói teria que combater se limitava a adolescentes rebeldes, na verdade uma gangue de motoqueiros liderada  pelo perverso Espirro, e seus puxa-sacos Caniço e Pamonha, idiotas sim, mas extremamente malvados, isso até Benjy se transformar no Coisa e voltar para dar uma corsa nos três.

A vaidade e falta de modéstia características do herói, que sempre os acompanhou nos quadrinhos, não faltou aqui também, quando no corpo do Coisa, o tímido Benjy Grimm passava a se autodenominar “os velhos olhos azuis” ou “O ídolo de milhões”.

 

No Brasil.


Por alguma razão desconhecida a dublagem brasileira resolveu denominar o desenho de A Coisa, ao invés de O Coisa, gênero já consagrado do personagem tanto nos quadrinhos como na TV.

Um dos destaques da dublagem brasileira do desenho, era a voz do Coisa, feita pelo ator Orlando Drummond, responsável por personagens como Popeye, ScoobyDoo e Bionicão.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin