Lili (Lili – 1953)

Direção: Charles Walters.
Roteiro: Helen Deutsch.
Ano de lançamento: 1953.
Duração: 81 minutos.
Estreia na televisão brasileira: (Rede Globo).
Cores.
Companhias Produtoras: Produtoras: Loew’s Inc. e Metro-Goldwyn-Mayer (MGM).


Lili é um campeão de exibições na tevê, um clássico mágico, para crianças de todas as idades que tenta soar como um musical, mas não está exatamente nesse gênero, apesar de ter a música de sucesso “Hi Lili, Hi Lo”, ganhadora do Oscar.

O filme de Charles Walters tem todo encanto que as crianças precisam para se manter em frente a tela, uma heroína sofrida, o ambiente de um circo, shows de fantoches no melhor estilo com personagens caricatos, o típico romance de A Bela e a Fera, músicas encantadoras e o que é melhor, um final feliz fascinante.

Talvez pecando por ser excessivamente “bonitinha”, essa adaptação do romance de Paulo Gallico é deliciosa, graças à atuação emocionante da Leslie Caron e à delicadeza da direção de Charles Walter. Caron mostra um comovente retrato da timidez, neste que é sem dúvida seu melhor filme, ainda que ele seja predestinado demais.

Lili é uma órfã francesa, de dezesseis anos, que viaja em busca de amparo e acaba encontrando a única ajuda quando se junta a uma trupe ambulante de shows de mágica e teatro de marionetes, como assistente do mestre dos fantoches. Mas o coração da jovem Lili acaba se entregando ao mágico errante Marc,  um artista sem escrúpulos, arrogante e ainda por cima comprometido com sua assistente Rosalie. Embora Marc não tenha nenhum interesse na jovem Lili ele não deixa de maldosamente dar esperanças a ela, o que só maltrata mais os sentimentos da menina.

O que Lili não consegue enxergar é que o manipulador de fantoches, Paul Berthalet, com quem trabalha, está perdidamente apaixonado por ela, embora Berthalet não tenha esperanças, pois ainda carrega a amargura de ser manco. Contudo, Berthalet é um artista completo, ele confecciona e dá vida a quatro personagens nos seus shows e através destes bonecos tenta passar suas mensagens de amor a Lili que custa a perceber.

As cenas de Caron com fantoches, através dos quais Ferrer fala com a jovem, que os aceita como amigos vivos e confidentes, realmente possuem um quê de autentica magia de conto de fadas e dão o verdadeiro encanto do filme, realçado pela canção ganhadora do Oscar.

Lili termina com um ambicioso balé que, apesar de gracioso, parece estar estranhamente fora de sintonia com o resto do filme.

ELENCO:

Personagens Elenco Dublagem – Globo
Peri Filmes
Leslie Caron Lili Daurier Nair Amorim
Paul Berthalet Mel Ferrer André Filho
Marc Jean-Pierre Aumont
Cenourinha (Boneco)  Mel Ferrer Paulo Pinheiro
Bolo o Gigante (Boneco)  Mel Ferrer  Paulo Pinheiro
Reinaldo (Boneco)  Mel Ferrer André Filho
Margarida (Boneco)  Mel Ferrer Selma Lopes
Rosalie Zsa Zsa Gabor
Jacquot Kurt Kasznar  José Santana
Sr. Corvier Ralph Dumke Orlando Drummond
Sr. Tonit Wilton Graff Joaquim Luís Motta
Sr. Enrique George Baxter Júlio Chaves
Alex Gerry Dono da loja Ionei Silva