É uma novela mexicana exibida no SBT sobre a menina Belinha, que ao sofrer mal tratos no orfanato da Diretora Justa, resolve fugir e procurar sua família.

Emissora: Televisa.
Emissora no Brasil: SBT.
Transmissão Original:
de 10 de agosto de 1998 a 27 de novembro de 1998.
Duração:
40 minutos.
Temporadas:
1 (80 capítulos).
Cores.
Companhias Produtoras:
Televisa.

A Novela.


A novela mexicana Gotita de Amor foi uma adaptação de Pingo de Gente, de Raymundo López, produzida originalmente pela Rede Record em 1971 e sendo adaptada posteriormente em 1978 como Gotita de Gente. Chamada no Brasil de Gotinha de Amor, ela foi produzida por Nicandro Díaz González para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 10 de agosto e 27 de novembro de 1998, em 80 capítulos.

.

O programa foi apresentado  em mais de dez países, e tinha no elenco Andrea Lagunes, Laura Flores e Alex Ibarra, além de: Gerardo Murgía, Evita Munõz, Carmen Amezcua e Alicia Montoya. Fazendo os vilões estavam: Pilar Montenegro, Isaura Espinoza, Mercedes Molto e Raúl Araiza, Miguel de León e Maria Clara Zurita.

As filmagens da telenovela aconteceram em 1998, mesmo ano de exibição, com direção de Nicandro Díaz González e roteiro de Raymundo López. As gravações aconteceram em Puebla e na Cidade do México.

A novela alcançou uma excelente repercussão, principalmente no seu país de origem, alavancando o sucesso da atriz Andrea Lagunes. A média total da trama foi de 40% com picos de 72%.

 

A História.


Gotinha de Amor contava a história de Isabel (ou Chabelita, como é chamada na América latina), a Belinha, uma linda garotinha de seis anos, cheia de energia. Ela era como um raio de sol em um dia nublado, levando a alegria por onde quer que fosse.

Belinha havia sido abandonada na porta do orfanato ao nascer, a menina cresceu em um ambiente sombrio e com falta de carinho, sob as maldades da vilã Justa (Maria Clara Zurita), a diretora do orfanato, que tinha a aparência de um militar com suas atitudes severas e cruéis. A tristeza de morar em um orfanato não impedia Isabel de viver a ilusão de um mundo melhor, sonhar em ter uma família para poder dar todo o seu amor, por isso a procura da menina por sua verdadeira família durou por toda a novela.

.

Cansada de sofrer a menina resolveu fugir do orfanato em busca de seu pai e sua mãe e acabou chegando na porta da casa de Jesus Garcia Chaves (Alejandro Ibarra), um tipo atraente, humano e trabalhador que era órfão desde os dez anos de idade e que ganhava a vida como ambulante. No início ele não admitia ficar com Belinha, mas aos poucos acabou se afeiçoando a menina a ponto de nunca mais querer deixá-la.

Quem também cruza o caminho de Jesus é Maria Fernanda de Santiago (Laura Flores), uma jovem assistente social, com sentimentos nobres e excelente posição econômica que dedicava sua vida a busca de sua filha perdida, por isso vivia muito infeliz, pois teve sua pequena filha Isabel tirada de seus braços quando deu a luz, por seu pai Otávio de Santiago (Teo Tapia) com a ajuda do mordomo Clemente (Guillermo Zarur), deixando a criança num orfanato.

Maria Fernanda e Jesus davam muito amor a Belinha, mas havia alguns malvados querendo que isso não se tornasse possível. E havia uma coisa que Fernanda não sabia, mas que era tudo o que ela mais desejava, Belinha era na verdade a sua filha perdida.

 

No Brasil.


Para substituir o grande sucesso Chiquititas, o SBT atacou mais uma vez com um “dramalhão mexicano”. A novela Gotinha de Amor foi escolhida pela emissora de Sílvio Santos para não perder o público que vinha acompanhado a telenovela anterior, assim, Gotinha de Amor estreou no dia 22 de janeiro de 2001 e ficando no ar até 10 de abril de 2001.

Sua primeira exibição, no Brasil, deu média geral de 12 pontos e seu último capítulo conquistou 16 pontos. Na Grande São Paulo, a primeira semana de exibição em 2012, no Brasil, Gotinha de amor conquistou o segundo lugar com 6 pontos abrindo 50% de vantagem sobre o Programa da Tarde e perdendo apenas para a reprise Chocolate com Pimenta que alcançou 17 pontos.

Foi reprisada entre 17 de setembro de 2012 e 19 de fevereiro de 2013, substituindo a reprise de Pequena Travessa. A reprise  conquistou média de 6 pontos e abriu 50% de vantagem sobre a Record no horário. A concorrente marcou 4 pontos no mesmo período.

.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin