Emissora: ABC.

Emissora no Brasil:  Tv Tupi.
Ano de Produção:
de 1949 a 1957 (221 episódios).
Preto e Branco / Cores.
Companhias Produtoras: Walt Disney.

Vídeo de AberturaTrilha SonoraFoto  

 

 

 

O Personagem.

 

Muitos o confundem com o Zorro, simplesmente porque ele faz justiça percorrendo os Estados Unidos sobre um cavalo e se esconde por detrás de uma máscara negra, mas o Cavaleiro Solitário nada tem haver com o herói de capa e espada.

O Cavaleiro Solitário surgiu pela primeira vez como uma série de rádio criado por George W. Trendle, contando com a colaboração de toda a equipe da estação de rádio e desenvolvido pelo escritor Fran Striker. Famosos na época, os episódios para rádio mostravam dramatizações (assim como as novelas de rádio) onde o herói enfrentava perigosos bandidos, usando muita imaginação para passar todo o clima dos duelos.

O mascarado foi inspirado em El Zorro (um "pulp", The Curse of Capistrano, de 1919),  Dois filmes mudos, em 1923 com Tom Mix e 1930 com George O'Brien, lançaram a série.

O personagem também inspirou inúmeros comics, livros e dois filmes seriados, de 15 capítulos cada, produzidos pela Republic Pictures: "The Lone Ranger" em 1938, estrelado por Lee Powell e "The Lone Ranger Rides Agains" em 1939, interpretado por Robert Livingston.

 

 

A Série.

 

Depois do sucesso no cinema o produtor Jack Chertok resolveu criar a série de televisão Lone Ranger, em "live-action", entre 1949 a 1957, num total de 221 episódios. Para o papel principal foi chamado Clayton Moore. Jay Silverheels interpretou Tonto.

No meio de uma das temporadas da série, o ator Clayton Moore, entrou em conflito, por motivos nunca explicados adequadamente, provavelmente por questões salariais, com os produtores e foi ficou afastado e em seu lugar foi contratado o ator John Hart que interpretou o herói entre 1952 a 1954. Depois Moore retornou a desempenhar o papel novamente até o encerramento da série, que terminou em 12 de setembro de 1957, embora a rede ABC reprisasse a série por vários outros anos.

A música tema da série e que marcou profundamente o herói mascarado foi o final de “William Tell Overture” de Gioacchino Rossini, bem como outras seleções clássicas de músicas incidentais de Wagner, Mendelssohn, Liszt e Tchaikovsky que estavam sempre presentes em diversas associações e momentos. O tema principal foi conduzido por Daniel Pérez Castaneda.

Duas longas metragens também foram produzidas com Moore e Silverheels: "The Lone Ranger" em 1956 e "The Lone Ranger and the Lost City of Gold" em 1958. Alguns anos depois, em 1961, a rede CBS resolveu reavivar a série de televisão com o título de "Return of the Lone Ranger" (O Retorno do Cavaleiro Solitário), mas somente o episódio piloto foi concluído. O herói era interpretado por Tex Hill nesta produção.

 

 

A História.

 

Único sobrevivente de uma emboscada promovida pela gangue do Buraco na Parede, o policial do Texas John Reid é salvo pelo índio Tonto - um amigo de infância. Recuperado, ele decide trazer a justiça para o Velho Oeste. Escondido sob a famosa máscara (que surgiu inicialmente para enganar a gangue do Buraco na Parede), o herói inicia sua missão, sempre ao lado do fiel amigo Tonto, seu companheiro indígena, e montado em seu cavalo Silver, um animal vigoroso e veloz.

John Reid torna-se uma espécie de guarda-florestal do Texas no tempo das diligências que ficou famoso pelo seu grito de "Hi-yo Silver, em frente!, quando ele saía a galope.

O Cavaleiro Solitário e Tonto enfrentam os mais perigosos fora-da-lei. Para isso, Reid conta com inúmeros disfarces e sua arma com balas de prata - que nunca usa para matar, e sim como aviso.

 

 

O Retorno.

 

Em 1981, um remake moderno do Cavaleiro Solitário foi produzido com o nome de "The legend of the Lone Ranger", mas o filme acabou se transformando num fracasso espetacular, principalmente pelo fato do filme descrever eventos da vida e carreira do Cavaleiro Solitário com muitas mudanças. Vários eventos importantes foram alterados e abordados de maneira completamente diferentes da série do rádio e da televisão, mostrando até certo ponto o herói como um idiota e ineficaz sem o parceiro Tonto.

 

 

Em 2001, a Gootimes Home Video realizou um vídeo chamado "The Lone Range: The Lost Episodes", mostrando capítulos perdidos, juntamente com clipes do primeiro consecutivo e outras coisas como comerciais com Moore e às vezes com Silverheels, entre outros.

 Em 2003, a rede Warner Bros realizou um telefilme de duas horas do Cavaleiro Solitário para a televisão e também como uma possível série posterior, mas o filme, assim como o filme de 1981, mostrou uma história contraditória, tornado o herói numa versão de Zorro vaqueiro e, por conseguinte o projeto acabou sendo arquivado.

 

Elenco


 

Dubladores Brasileiros


     
Clayton Moore .... Cavaleiro Solitário
John Hart .... Cavaleiro Solitário
Jay Silverheels .... Tonto

 

AIC - São Paulo:

Neville Jorge.... Cavaleiro Solitário

 

 

 

COMENTE:

 

O InfanTv coloca à sua disposição um espaço para comentar as matérias publicadas no site. Pedimos que participe de maneira educada, respeitando a opinião dos demais e tratando exclusivamente dos temas abordados na página. Leia o nosso Termo de Uso e Responsabilidade.

 
comments powered by Disqus