Direção: John G. Avildsen.
Roteiro: Robert Mark Kamen.
Ano de lançamento: 1984.
Duração: 126 minutos.
Estreia na televisão brasileira: 24 de agosto de 1987 (Rede Globo).
Cores.
Companhias Produtoras: Delphi e Columbia Pictures Corporation.


 Um surpreendente sucesso de verão nos Estados Unidos este é outro filme produzido com base em números sobre a satisfação dos desejos da adolescência. Antes de dirigir Karatê Kid – A Hora da Verdade, John G. Avildsen já havia assinado o primeiro filme da série Rocky, com Sylvester Stallone. Na verdade há muitas conexões entre as duas histórias: as aventuras de Daniel são uma versão adolescente das aventuras de Rocky, e falam dos mesmos valores: coragem, persistência e autoconfiança. Reforçando a semelhança dos enredos, a banda Survivor (responsável por um dos temas musicais da saga de Rocky Balboa, “Eye of the Tiger”) compôs uma música para o primeiro filme da série de Daniel, “Moment of Truth”.

A história de Karatê Kid começa após o jovem Daniel Larusso e sua simpática mãe Lucille Larusso mudarem-se de New Jersey para a ensolarada Los Angeles. O adolescente pacato e franzino começa a ter problemas para fazer novas amizades, tudo por ter se envolvido com Ali Mills, despertando assim a fúria do ex-namorado da menina, Johnny Lawrence, que é o chefe de uma gangue de arruaceiros com treinamento em artes marciais. A partir de então a vida de Larusso se transforma num inferno, com uma surra cada vez que encontra os amigos de Lawrence. Chegar com olho inchado em casa ou ter a bicicleta destruída parecia ser uma situação imutável uma vez que o Mestre da gangue, John Kreese, tem como lema em sua academia Cobra-Kai: “não ter compaixão com o inimigo”.

Tentar entrar numa academia para aprender Karatê estava fora de cogitação, já que a mais próxima e a melhor era exatamente a Cobra-Kai; mudar-se novamente nem pensar, a mãe de Daniel estava feliz com a nova vida (que ironia), então Daniel teria que se conformar em virar saco de pancada dos “nórdicos” (eram todos loiros!) Cobra-Kai  e achar natural ir a festa à fantasia da escola vestido de box de banheiro. Descoberto no meio da festa, Larusso é perseguido pelos seus algozes e após tomar outra surra vê, já com o olhar embaçado, um a um seus inimigos caírem diante de um “anjo” salvador, era o seu vizinho Sr. Myiagi, um velhinho oriundo de Okinawa.

O velho Myiagi, que antes parecia ser para Daniel apenas um “conserta objetos”, passou a ser a esperança de consertar sua vida, pois ele começa a ensinar Karatê a Daniel. Ambos vão a Cobra-Kai e adia o problema até o dia o campeonato de Karatê, o negócio agora é treinar. Myiagi não era o que podia se esperar de um herói, baixinho, gorducho e já velho, o mestre de Daniel era um ex-vietnamita faixa…..bem a cor da faixa dele era….ele não ligava pra isso, pra ele faixa era o que ele usava pra segurar as calças e pronto! Myiagi não gostava de lutar, desconhecia exibições marciais como quebrar objetos com golpes de Karatê, tanto que quando quebrou uma garrafa com um golpe, disse rapidamente: “primeira vez”.

O treinamento de “Daniel-san”, é um dos momentos mais engraçados do filme, porque ele começa a pintar a cerca, lixar o assoalho, pintar a casa, lavar e polir os carros, sem se dar conta de que está aprendendo Karatê. A cena em que vemos Daniel fazer suas primeiras defesas dos golpes de Myiagi, comprovando que aquilo serviu pra alguma coisa, surpreendeu não só o próprio Larusso, mas o público inteiro. O treinamento vai além de lutar ele prepara a mente do jovem para uma nova filosofia de vida.

Com um final apoteótico, Karatê Kid marcou a geração anos 80 que passou a querer copiar o salto da garça em suas brincadeiras de moleque. A trilha de Bill Conti é uma viagem agradabilíssima, tanto nos momentos em que Daniel treina na praia, onde apenas uma flauta passa todo o clima de calmaria, como nos momentos finais enfatizando a emoção da vitória.

Daniel foi o mais popular papel de Ralph Macchio. Ele voltou a interpretar o herói em dois outros filmes da série. Um quarto e último filme (onde a atriz Hilary Swank substituiu Macchio como aluna do velho mestre Miyagi) foi lançado em 1994.

ELENCO:

Personagens Elenco Dublagem – Globo Dublagem – Blu-ray
Herbert Richers Dublavídeo
Daniel Larusso Ralph Macchio Cleonir dos Santos Thiago Keplmair
Miyagi Pat Morita Magalhães Graça Luiz Carlos de Moraes
Ali Mills Elisabeth Shue Marisa Leal Fernanda Bullara
John Kreese Martin Kove Marcos Miranda Felipe Grinnan
Lucille Larusso Randee Heller Sônia Ferreira Cecília Lemes
Johnny Lawrence William Zabka Mário Jorge Andrade Thiago Longo
Bobby Ron Thomas Marco Antônio Costa Yuri Chesman
Tommy Rob Garrison Carlos Marques Rodrigo Andreatto
Dutch Chad McQueen Eduardo Borgerth Felipe Zilse
Freddy Fernandez Israel Juarbe Ricardo Schnetzer Robson Kumode
Sr. Mills William Bassett Orlando Prado Luiz Antônio Loube
Susan Juli Fields Maria da Penha Rosana Beltrame
Barbara Dana Andersen Carmen Sheila Rita Almeida
Treinador Peter Jason Renato Márcio Élcio Romar
Médico William Norren Antônio Patiño Bruno Dias
Narrador Bruce Malmuth José Santanna Bruno Dias



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin