É um especial musical exibido pela Globo onde três crianças embarcam numa aventura dentro de um corpo humano, descobrindo as funções de cada órgão através de canções.

Emissora: Rede Globo.
Data original de exibição: de 18 de maio de 1984.
Duração: 30 minutos.
Cores.
Companhias Produtoras: Rede Globo.

 

O Programa.


No dia 18 de maio de 1984, a Rede Globo levava ao ar mais um dos seus especiais infantis criados por Augusto César Vannucci, agora com o apoio de Sílvio César e Daltony Nóbrega, chamado Aventura no Corpo Humano. A direção ficou a cargo de Ewaldo Ruy e a direção geral foi de Augusto César Vannucci.

Aventura no Corpo Humano foi um programa musical, que explicava o funcionamento dos diferentes órgãos do corpo através da apresentação de números musicais. Aretha, Paulo Vignolo (hoje dublador) e Donizetti são três crianças que, durante cerca de uma hora, realizam uma viagem pelo corpo humano. Eles são guiados por um curioso personagem, Ossélio (José Vasconcelos), um pequenino modelo de esqueleto que ganha vida e decide transformar as aulas de ciência em um prazeroso aprendizado.

Assustadas com a possibilidade de perder as férias se não tirarem boas notas nas provas de ciência, Aretha, Paulo Vignolo e Donizetti decidem estudar em grupo. Entediados, eles acabam adormecendo sobre os livros e são acordadas por Ossélio, que as convida para fazer um emocionante passeio. Em um passe de mágica, Ossélio reduz as crianças a tamanho microscópio, e eles partem para conhecer os gênios que comandam as partes do corpo humano: o aparelho auditivo, o cérebro, a visão, as cordas vocais, os pulmões, o coração, os ossos, o aparelho digestivo e, por fim, o útero.

Utilizando um tubo de ensaio como nave, as crianças descobrem como funciona nosso ouvido; como o cérebro comanda e defende todo o corpo; conhecem alguns mistérios da visão e das cordas vocais; a briga dos pulmões contra a poluição urbana; os incansáveis batimentos do coração, entre muitas outras coisas.

A cada descoberta que as crianças faziam, um número musical era apresentado. Ney Matogrosso cantou Eu sou rei, tema do cérebro; Castrinho interpretou O chefão, sobre o aparelho digestivo; e As Frenéticas cantaram Esquelético. Outras canções de destaque foram Para estudar, de Daltony Nóbrega, interpretada por Paulo Vignolo, e A nave, também de Daltony Nóbrega, tema instrumental de todo o programa. Também participaram do elenco do infantil Sônia Mamede, Vanusa e o dublador Isaac Bardavid.

O especial contou com cenários de Abel Gomes, responsável por criar, por exemplo, um ambiente que representava o cérebro, feito com dezenas de circuitos eletrônicos, monitores de televisão e muitas luzes.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin