É uma novela exibida pelo SBT mostrando o dia a dia de um orfanato onde vive Mili, cuja mãe Gabriela está viva e é filha do dono do orfanato José Ricardo, mas perdeu a memória não podendo assim ficar com a menina.

Emissora: SBT.
Transmissão Original: de 28 de julho de 1997 a abril de 2005.
Duração: 45 minutos.
Temporadas: 5 (807 capítulos).
Cores.
Companhias Produtoras:
SBT.

 

A Novela.


Um orfanato, um triângulo amoroso, crianças felizes cantando e dançando. Essa foi a fórmula criada em 1995 na Argentina pela produtora Cris Morena, e que foi batizada de Chiquititas. Uma fórmula de tão grandioso êxito, que mais tarde, em 1997, viria a ser utilizada pelo SBT na produção da versão brasileira da novela.

Percebendo isso, a TV Azteca, uma rede mexicana de TV, decidiu investir na novelinha, enviando pequenos atores para morar em Buenos Aires, onde gravariam os episódios, exatamente como fez o SBT. A única diferença entre as produções brasileira e mexicana foi o resultado final. No Brasil, a novela teve uma aceitação enorme por parte do público infanto-juvenil, tornando-se uma verdadeira febre entre as crianças, com lançamento de bonecos, revistas, peças de teatro, etc. Foi cogitado até de ser lançado um filme. Já no México, na TV Azteca a estreia de Chiquititas havia sido um fracasso de audiência, bem como os capítulos que a seguiram. A história de Belén e sua trupe de órfãos, não convenceu a criançada mexicana.

.

Sempre em janeiro a novela saía do ar, e voltava em fevereiro do ano seguinte. Durante as férias de Chiquititas, o SBT exibia uma novela mexicana curta. Exatamente por essas interrupções, não pode ser considerada a mais longa novela da teledramaturgia brasileira, mesmo assim, o número de capítulos (cerca de 700) supera de longe Redenção, a novela que detém esse título.

Um dos destaques na novela eram os videoclipes exibidos durante os capítulos da trama ou ao final, enquanto apareciam os créditos da novela, eles ajudavam na divulgação da trilha sonora de Chiquititas tornando os álbuns um grande sucesso de venda.

Em 2001, depois de muitas reclamações de fãs e o fim do contrato com a Telefé, o SBT acabou com a novela, que já não fazia o mesmo sucesso, com 9 pontos contra 43 da concorrente global no horário, Uga Uga.

Durante suas duas primeiras fases, a exibição foi normal. A partir da terceira, o capítulo de sábado passou a ser um resumo dos capítulos da semana. A trama saiu do ar entre as fases 3 e 4; e entre 4 e 5, nos meses de janeiro a março, foram exibidas as mexicanas Luz Clarita e O Diário de Daniela, com mais audiência que a própria Chiquititas, o que levou ao fim antecipado da trama.

A única atriz que permaneceu do início ao fim da novela foi Flávia Monteiro, que vivia Carolina, a diretora do orfanato. Ao longo da novela, Carolina teve quatro pares românticos.

 

A História.


A história começa com Emília deixando a direção do orfanato para Cinthia. Ela entra numa acirrada disputa pelo controle sobre as crianças com a perversa Carmem. Até que Carolina chega à direção do orfanato, no momento em que as crianças enfrentam a também a rigorosa Ernestina.

.

Nesse ponto da trama a amizade das meninas Mili, Vivi, Tati e Pata, vai ajudar a superar muitos obstáculos, inclusive o segredo que Pata esconde de todos que o de ter um irmão escondido no orfanato, um garoto de rua chamado Mosca, que acaba ingressando na turma ao ser descoberto.

Novas crianças sempre chegam ao orfanato, é o caso de Maria, Marian, Polliana e Fernando Brausen que acaba se apaixonando por Carol. Depois que Carmem finalmente se apodera do prédio as crianças precisam sair do orfanato e vão morar no Raio de Luz. Lá Ernestina descobre que tem uma irmã gêmea maldosa chamada Matilde. Enquanto isso, Carmem arquiteta planos para se tornar novamente diretora do orfanato, pois ela conhece todos os segredos existentes na casa, como labirintos e quartos “sem saída”. Essa fase mostra uma novelinha cheia de efeitos especiais e acontecimentos fantasiosos, alguns seres mágicos também começam a aparecer para as crianças.

Chegam também os gêmeos Felipe e Manuel, e o destaque fica por conta do casal infantil protagonista Fran e Samuca. Novos órfãos chegam e dos antigos restam apenas Mili, Pata, Tati, Maria, Mosca e Rafa. Mili finalmente descobre que é filha de Gaby. A enigmática Hannelore, o menino selvagem Yago e a Estrela também aparecem para dar mais emoção à trama.

Após um acidente natural que joga a casa pelos ares a turma mais uma vez se muda. Na ausência de Carolina, Estrela leva as crianças para a fazenda onde vive, onde resolve fazer do celeiro um novo orfanato. Quando Carolina reencontra a turma, acaba se envolvendo num triângulo amoroso com Rian e Cora.

.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin