É uma novela mexicana sobre Dulce Maria, uma menina que perdeu a mãe e sonha que seu pai possa se relacionar com sua professora e freira irmã Cecília.

Emissora: Televisa.
Emissora no Brasil: SBT.
Transmissão Original: de 19 de junho de 2000 a 16 de março de 2001.
Duração: 45 minutos.
Temporadas: 1 (175 capítulos).
Cores.
Companhias Produtoras:
Televisa.

A Novela.


A história de Carinha de Anjo surgiu 1973, quando Abel Santa Cruz escreveu Papá Corazón para a emissora argentina Canal 13. A novela estrelada por Andrea del Boca, Norberto Suárez , Laura Bove e Elcira Olivera Garcés, mostrava a história de uma menina que criava um mundo de fantasia tão incrível que até conseguia falar com o fantasma de sua mãe.  

.

A obra original ganhou diversas versões na América Latina, começando na emissora mexicana Televisa que produziu uma refilmagem do programa chamada Mundo de Juguete. Em 1976 foi realizada uma versão no Brasil pela TV Tupi que recebeu o nome de  Papai Coração. Na Argentina foi feita uma adaptação em 1986 com o nome de Mundo de Muñeca (1986).

A produção mexicana adaptada da obra, que alcançou maior sucesso, porém, foi Carita de Angel, uma telenovela produzida por Nicandro Díaz para a Televisa e exibida pelo Canal de Las Estrellas de 19 de junho de 2000 a 16 de março de 2001, totalizando 175 capítulos.

A trama foi protagonizada por Daniela Aedo, Miguel de León e Lisette Morelos, com atuações de Nora Salinas, Juan Pablo Gamboa e Marisol Santacruz e antagonizada por Roberto Palazuelos, Mariana Ávila e Ana Patricia Rojo.

A História.


Dulce Maria é uma doce menina de cinco anos, cheia de alegria e sentimentos nobres. Com a morte de sua mãe, seu pai Luciano Larios se afunda em depressão e resolve afastar-se de todos. Ele interna a filha Dulce Maria em um colégio de freiras e vai viver no estrangeiro deixando a menina aos cuidados de seu irmão Gabriel, que é sacerdote. A única pessoa que visita Dulce Maria é sua tia Estefânia, a quem chama carinhosamente de Tia Peruca, por usar sempre perucas coloridas.  

.

Todas as freiras do colégio adoram a Dulce Maria, pois a menina inspira uma grande ternura, em especial a irmã Cecília e a gulosa irmã Fabiana, as duas se tornam cúmplices em todas as graciosas travessuras da menina, mas sempre às escondidas da carinhosa e bondosa madre superiora, a diretora do colégio, que tem consciência da responsabilidade e disciplina que se devem cumprir, porém sem deixar de mostrar sua preocupação e grande coração ante o bem estar de todos os que a rodeiam.

Dulce Maria tem um lugar secreto no colégio, conhecido como “o quartinho velho”. Ali, a imaginação da menina cria vida e ela fala com sua mãe Angélica, que aconselha Dulce Maria e até conta histórias maravilhosas.

Depois de dois anos, Luciano anuncia seu regresso, deixando Dulce Maria apreensiva, mas sua alegria dura pouco, quando fica sabendo que seu pai vem acompanhado de uma mulher que logo de imediato não lhe inspira confiança. Nicole, a prometida de Luciano é uma mulher frívola que só o quer por seu dinheiro. Para ela, a menina Dulce Maria é um estorvo, assim planeja afastá-la de Luciano.

A pequena Dulce Maria não quer perder o carinho de seu pai e pressente que ele não será feliz com Nicole, com isso inicia então um plano para fazer com que Luciano termine o compromisso. A menina tem em mente que a pessoa ideal para ser sua nova mãe é a irmã Cecília, e aproveita uma viagem repentina de Nicole para fazer o papel de cupido entre seu pai e a bela noviça.

Luciano se dá conta de que na realidade não ama a Nicole e sente uma grande atração por Cecília. Ela, por sua vez, percebe que sua vocação religiosa fraqueja ante o amor que sente por Luciano, e terá que decidir entre tomar os votos religiosos ou escutar a voz de seu coração.

No Brasil.


A novela passou a ser exibida no Brasil em 2002 pelo SBT e alcançou um grande sucesso. Estreou com média de 15 pontos no IBOPE, e a partir da terceira semana a audiência da novela disparou e o Ibope passou a registrar cerca de 17 pontos, atingindo picos na casa dos 20 pontos. Com isso, a atriz Daniela Aedo acabou vindo para o Brasil e a sua personagem Dulce Maria virou boneca

.

O SBT Music, lançou um CD contendo as músicas da novela, sendo que nenhuma delas ultrapassava 1 minuto e meio de duração, a não ser a abertura.

A novela ganhou reprise a partir de 12 de maio de 2003 e ficou ate 2 de janeiro de 2004. A reprise teve uma boa audiência, mas não alcançou a repercussão de sua primeira exibição.

No dia ‎21 de novembro de 2016 o SBT lançou uma versão brasileira da telenovela.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin