Luciano, integrante do Trem da Alegria.

Entrevista realizada por Izaías Correia

Luciano Alves do Nascimento, o Lú do Trem da Alegria, nasceu no dia 7 de Julho de 1973. Aos 4 anos gravou o seu primeiro compacto junto com o seu pai, Nilo Alves do Nascimento. Em seguida vieram os comerciais, onde participou de mais de 150. Luciano esteve em minisséries como Anarquistas Graças a Deus, A Vereadora e na novela Razão de Viver.

Após terminar em quarto lugar no 1º Festival Internacional da Criança foi chamado para participar do LP do Clube da Criança juntamente com Patrícia, Xuxa, Pelé, o palhaço Carequinha e diversos convidados, o que gerou em seguida o Programa Clube da Criança, exibido pela Rede Manchete.

Depois de passar quase um ano cantando com Patrícia, ingressa no grupo Juninho Bill, estava se formado o Trem da Alegria grupo infantil de enorme prestígio na década de 1980 dono de sucessos como “Uni Duni Te” e “He-Man”.

Aos 15 anos Luciano deixou o Trem da Alegria e esteve envolvido com outras ocupações longe do mundo artístico. No final de 1992 lançou seu 1º disco solo, mas devido a falhas na divulgação, acabou não alcançando sucesso no resto do pais. Seu retorno à música ocorreu em 1996, formando uma dupla de rock chamada “Karakara” com o amigo de infância André Gaba. Em 1997 montou a banda “Escravos de Jô”, que ficou sem gravadora devido ao estilo rock pesado que a banda tocava. Por volta de 2000 Luciano adotou o sobrenome artístico Nassyn. Em 2001 formou uma dupla country que seguiu junta até 2003. Nesse ano, Luciano deixou o ritmo sertanejo para aderir ao pop-rock da banda “Pop Up”, onde toca atualmente. Luciano Alves do Nascimento, o Lú do Trem da Alegria, nasceu no dia 7 de Julho de 1973. Aos 4 anos gravou o seu primeiro compacto junto com o seu pai, Nilo Alves do Nascimento. Em seguida vieram os comerciais, onde participou de mais de 150. Luciano esteve em minisséries como “Anarquistas Graças a Deus”, “A Vereadora” e na novela “Razão de Viver”.


“Os grandes investidores deveriam lembra
que um dia foram crianças. Que têm filhos,
e que têm ou poderão ter netos”.

Luciano

luciano2cia

Luciano hoje.

INFANTV – Você começou bem cedo na carreira artística. Como foi esse início ao lado do seu pai?
LUCIANO – Muito bom. Meu Pai me ensinou a cantar, pois ele cantava na noite na época de adolescência. Ele me ensinou tudo o que sabia.

ITV – Depois veio a fase de garoto propaganda.
LU – Foi muito interessante… Foi exatamente aí que eu consegui despontar na mídia e mostrar a minha cara. Com isso, meu Pai conseguia vender meus shows pelo Brasil.

ITV – Acho que o seu maior destaque foi o Agente Danone, estou certo?
LU – Duca!…Eu adorava me sentir um “Herói” (risos). Mesmo que fosse de mentirinha.

ITV – O pontapé inicial para o Trem da Alegria foi o festival internacional da criança? Como aconteceu esse começo?
LU – Meu Pai organizava caravanas de pessoas para me ver nesse Festival. Eu tinha uma música escolhida por mim, “Rock da Lanchonete!”. Eu já era roqueiro na época.

Logo em seguida, fiquei com o 4° ou 5° lugar, não me lembro bem ao certo, mas a faixa foi inserida no disco gravado pela RCA. Vitor e Miguel Plopsk, Diretor da gravadora na época, gostou da minha voz e do meu jeito de cantar. Com isso foi lançado o disco, “Patrícia e Luciano e o Clube da Criança”, com o Palhaço Carequinha e a Rainha Xuxa.

ITV – Você teve o privilégio de trabalhar com dois dos maiores ícones infantis da nossa televisão, o Carequinha e a Xuxa no Clube da Criança. Qual sua relação com eles hoje?
LU – Trabalhar com eles na época foi uma grande diversão. Eu sempre fui apaixonado pela Xuxa. Minha relação com eles hoje é bem esporádica. Eu reencontrei com a Xuxa um tempo atrás e fui muito bem recebido. Acho que o Carequinha nem lembra mais de mim (risos).

ITV – Na sua opinião Xuxa é realmente a Rainha dos Baixinhos?
LU – Sim, pela forma como trata as crianças e suas dificuldades sociais. É muito difícil hoje em dia vermos essa dedicação partindo de uma pessoa tão bem sucedida como ela.

ITV – Se você tivesse que eleger um Rei dos Baixinhos quem seria?
LU – Creio que Renato Aragão. Ele é o Embaixador da Unicef. O Carinho que esse homem tem por criança é impressionante.

ITV – Como era o convívio com os integrantes do Trem da Alegria, era uma boa relação?
LU – Muita bagunça. Mas havia briguinhas normais como em qualquer relação onde se convive a maior parte do tempo juntos. O Trem era o maior barato! Viajar pelo Brasil com essa galera? Melhor ainda!

luciano4

Luciano no Trem da Alegria

ITV – Você diz que uma das lembranças ruins do Trem foi uma briga com o Juninho Bill. Você lembra o motivo?
LU – Não curto muito lembrar disso. Foi uma discussão boba que gerou uma polêmica nos bastidores do Chacrinha.

ITV – Quais foram as dificuldades em conciliar a vida de criança com a vida de artista?
LU – Acho que a dificuldade maior pra mim era a escola e os amigos verdadeiros. A escola pelo fator tempo. a dificuldade com relação aos amigos, era saber quem era amigo do Luciano Alves do Nascimento, ou quem era amigo do Lu do Trem da Alegria.

ITV – Cara eu adorava o tema dos D’Artagnan e os Três Mosqueteiros, cantado por você, além do desenho. Na sua infância você gostava de quais desenhos e séries?
LU – Eu curtia muito o D’Artagnan. Mas a minha loucura era assistir as séries do Superman em desenho, e Ultraman, Ultra Seven entre outros.

ITV – Luciano, com o grande sucesso do Balão Mágico na mesma época que O Trem da Alegria, não pintou nenhum tipo rivalidade  entre os grupos?
LU – Artística, não. Mas sim de moleque pra moleque. Acho que a galera tinha um pouco de ciúmes quando, ou a Paty e a Simony escolhiam alguém em comum dos grupos pra conversar e brincar. Algo do tipo.

ITV –  E dentro do Trem da Alegria, havia rivalidade?
LU – Não. Éramos como irmãos. Se havia, era entre os pais.

ITV –  Na “Ploc 80’s” você teve uma experiência como Dj. Se você fosse o responsável pelo som de uma festa infantil, nos dias de hoje (com crianças com a mentalidade atual), quais as músicas que você colocaria para a  criançada?
LU – As mesmas. Criança é criança. O que muda é o que você coloca para elas ouvirem. Se você colocar apenas músicas infantis, elas vão ouvir.

ITV –  Há escassez de música de qualidade para crianças hoje em dia?
LU – Não acho escasso. Acho que tem gente fazendo um trabalho bonito. O que falta é a mesma divulgação que o Trem e o Balão tinham na época. Falta apenas investimento. Acho que os grandes investidores deveriam lembrar que um dia foram crianças, que têm filhos e que têm ou poderão ter netos.

ITV –  Quando você saiu do Trem da Alegria, aos 16 anos, a gravadora tinha projetos para você seguir carreira solo, por que não deu certo?
LU – Problemas. De cunho profissional misturados com familiar. Aí a casa caía pra qualquer um em qualquer época.

ITV –  Quando saiu do Trem você estava preparado em todos os sentidos para uma carreira solo?
LU – Acho que não. Hoje penso que tudo o que passei foi porque alguém lá em cima quis que eu passasse para tirar algum proveito disso e construir uma vasta experiência.

ITV –  O meio artístico te trouxe algum tipo de mágoa?
LU – Sim. É muito belo o glamour!. Mas as pessoas que fazem isso acontecer, não pensam no psicológico de uma pessoa que nunca viveu isso. Eles não param pra pensar como vai ficar a cabeça desse indivíduo quando ele não estiver mais na frente dos holofotes. Por isso acredito que para uma pessoa que já viveu isso, fica mais difícil voltar pra mídia, pois quem comanda ela, sabe que esse indivíduo já passou pelo pior e não vai querer passar outra vez. Com isso, preferem investir em quem nunca viu tal coisa. É menos trabalhoso, entende? E assim sendo, perdem grandes oportunidades de aumentarem seus “lucros”, com quem já viveu e sabe o caminho que tem que ser traçado.

ITV –  Depois do Trem da Alegria você desempenhou outras atividades fora da área musical? As pessoas reconheciam você nessas outras atividades?
LU – Logo quando saí sim. Mas com o tempo as pessoas esquecem. Tive outras atividades como Vendas, confecção, etc.

ITV –  Qual o seu contato hoje com os ex-integrantes do Trem da Alegria?
LU – Falo Com a Vanessa no MSN e com a Amanda de vez em quando pelo telefone. A Patrícia, Rubinho e Juninho não vi mais. O Rick Bueno pelo MSN e de vez em quando ele ia me ver tocar com a POP UP.

ITV –  É fácil encontramos o Luciano na Internet?
LU –  Tenho uma página,  www.ludotrem.blig.com.br,  e uma comunidade no Orkut, de vez em quando faço um chat com a galera através do MSN lucianonassyn@hotmail.com e no site da banda POP UP,  www.bandapopup.com.br .

ITV –  Quais os sites que costuma visitar para relembrar coisas da infância?
LU –  Eu fui muito no infância80 e no piuiabacaxi.

ITV –  Você atualmente faz parte da Banda Pop Up. Qual é o estilo da banda, o que vocês tocam?
LU –  Tocamos de tudo, desde o pop rock até música brega. Rola até o Trem da Alegria (risos). E tem gente que não crê!

ITV –  Quais são os seus projetos para o ano de 2005?
LU –  Vamos continuar a fazer show nas casas noturnas que já estamos com a banda POP UP. Tenho um projeto de HAPPY ROCK HOUR com meu amigo de infância Kayoh Norcia, e pretendo estar montando meu estúdio o ano que vem.

ITV –  Luciano, muito obrigado pela entrevista, eu gostaria que você deixasse uma mensagem para os visitantes do InfanTv.
LU –  Em primeiro lugar agradecer essa oportunidade de poder estar expondo um pouco do que penso. E agradecer as inúmeras visitas, tanto no meu blog, e no orkut, mas também pelas casas noturnas em que faço com a banda. Lá eu sinto o grande carinho que as pessoas têm pelo meu trabalho. É muito gratificante isso. Muito obrigado mesmo. Ah!. E por falar em blog, não esqueçam de votar! Estou participando de um concurso e conto com a ajuda de todos. Fiquem com Deus!



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin