Lembra? – Os Comerciais da Hollywood


9383-29x41-O produto aqui mencionado realmente não se encaixa com o perfil do tema principal do site, ou seja, a infância ao longo do tempo marcada pela televisão. É certo que os comerciais dos cigarros Hollywood jamais tiveram a intenção de se direcionarem ao público infantil, mas a maior parte das pessoas que tiveram a infância nos anos de 1970 e 1980 não conseguem esquecer dos “reclames” dos cigarros.

A marca Hollywood foi lançada em 1931, com o objetivo de vincular o nome ao sucesso de filmes da indústria cinematográfica de Hollywood. A marca representa 15% das vendas da Souza Cruz no Brasil, sendo a principal da companhia nos últimos 10 anos.

Sua publicidade inicial, na década de 1930, associava ilustrações de glamour com slogans como “Hollywood, o cigarro da moda” ou “Hollywood, uma inspiração”. Só em 1973, a agência de publicidade Grant, adotou a fórmula de associar o produto com esportes radicais como: motociclismo, asa delta, surf à vela e automobilismo, usando o slogan “Ao sucesso com Hollywood” que em seguida foi simplificado para “Hollywood. O sucesso” e depois mudou para “Isto é Hollywood, o sucesso”.

A campanha da Grant chegou a televisão e os comerciais incluíram um novo ingrediente de sucesso, uma trilha sonora escolhida “a dedo”, ou que já estivesse fazendo sucesso nas rádios, ou algumas músicas que se tornaram sucesso através do comercial, enfim, as melhores canções de Hard e Pop Rock da época.

Com o rodízio de marcas realizado pela Souza Cruz, em 1993, a conta do Hollywood coube à agência DPZ do Rio de Janeiro, que desenvolveu a campanha de lançamento da embalagem flip-top, veiculada a partir do mês de julho, com flagrantes de espetáculos de rock e de esportes como a canoagem, salto de paraquedas em grupo, esqui e futebol americano. A atualização da marca continuou com anúncio ilustrado com os rollers blades, patinadores que andam pelas ruas de São Francisco, nos Estados Unidos, e mais o novo slogan “The Hollywood Way”, que passou a ter o lazer como o tema e sintetizou a maneira de ser dos fumantes da marca: alegre, jovial, dinâmica e descontraída.

A década de 1980 foi marcada por canções como “Freeze Frame” do J. Geils Band (comercial Dunas), “Song for You” do John Miles (comercial Powerski), “A Woman’s Got Power” interpretado por The A’s (comercial Sun Sailing), “The Love I Need” do Jimmy Cliff “(comercial Surf), “Eye Of The Tiger” da banda Survivor (comercial Ultraleve e Bugue), “Breaking All The Rules” com Peter Framptom (comercial Ultraleve), “That’s The Reason” com Willie Nile (comercial de Bicileta), “Go Johnnie Go” com Eruption (comercial Patins), “Only Time Will Tell” da banda Asia (comercial Windsurf), “Just For Tonight” com Gilbert Montagné (comercial Sidecar), “All Night Long” do Lionel Richei (comercial Hovercraft), “Get It While You Can” com Gary O’ (comercial Surf), “Love Ain’t No Stranger” da banda Whitesnake (comerial vários esportes), “Burning Heart” do Survivor (comercial Jetski), “Heaven Tonight” do Waysted (comercial Paraglide), “Never Say Die” do King Kobra (comercial Windsurf), “Give Me All Your Love” do Whitesnake (comercial esportes aquáticos), “Did It All For Love” com Phenomena (comercial remo), além de “Don’t Stop Believe” do Journey, “Rosanna”, um grande sucesso do grupo Toto, “Ride Like The Wind” do Christopher Cross e Kansas com a energética “Play The Game Tonight”.

Em meados da década de 1980, a marca Hollywood já havia influenciado as rádios de todo o país e o cigarro alcançou o primeiro lugar no comércio. Nesta fase, mesmo aqueles que não fumavam já aguardavam os novos comerciais para conferir o próximo esporte e a próxima trilha que seria veiculada com o produto. É desta época hits como “Jump” (Van Halen), “You Give Love A Bad Name” (Bon Jovi) e “(I Just) Died In Your Arms” (Cutting Crew).

Neste desfile de celebridades do rock há lugar também para bandas nacionais, como o grupo Roupa Nova. Na época do primeiro Rock in Rio, várias bandas gravaram o jingle dos cigarros Hollywood e os produtores chamaram o vocalista do grupo Whitesnake, David Coverdale, para cantar e ele escolheu a faixa que tinha sido gravada pelo Roupa Nova. O jingle “Hollywood, o Sucesso” foi exaustivamente executado na época e ficou gravado na memória de muita gente, principalmente o primoroso vocal do grupo brasileiro cantando o nome do produto.

Uma coisa é certa, os comerciais da Hollywood foram e continuam na nossa memória sendo “O Sucesso!”.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin