He-Man e as vozes dos Defensores do Universo.

Izaías Correia


Um dos mais conceituados trabalhos da nossa dublagem, a adaptação de He-Man para português, contratada pela Rede Globo, até hoje é lembrada pelos fãs da série ou simplesmente por quem viveu a infância na década de 1980.

O estúdio Herbert Richers foi responsável por produzir a dublagem do desenho por aqui e a qualidade tanto artística quanto técnica fizeram desse trabalho o único realizado para a animação até hoje. A dublagem de He-Man ainda é usada em cada emissora onde o desenho é reprisado e até no lançamento em DVD do herói, ainda que tenha mais de 25 anos depois de sua realização.

A direção da dublagem ficou a cargo de Ângela Bonatti,  uma das mais consagradas profissionais dessa área no nosso país. Começou na CineCastro e também atuou na Tv Cine-Som,  Peri Filmes, Audiocorp e na Herbert Richers, não só dublando como dirigindo, tendo revelado inúmeros nomes nessa arte.  Também foi responsável pela escolha do elenco de vozes do desenho He-Man ao lado do próprio Herbert Richers. Ela conta que ficou com o dublador Garcia Junior no estúdio até achar o conhecidíssimo brado “Eu tenho a força!”. A dúvida estava entre “força” e “poder” até que Ângela optou pela “força” sem saber que estava compondo um dos bordões mais conhecidos dos desenhos animados até hoje.

A tradução do desenho foi de Domingos S. Júnior, hoje dono da Dublamix e diretor de dublagem. Ele foi um  dos principais responsáveis por nomes como Mentor, Fera, Aquático e outros que conhecemos hoje, inclusive a famosa canção “O Bem Vence o Mal” que adaptou junto com Ângela Bonatti.

Inicialmente Garcia Júnior faria apenas a voz do Príncipe Adam no desenho, mas com a desistência de Márcio Seixas, o dublador responsável por interpretar o herói na escolha de Herbert Richers, a diretora Angela Bonatti escolheu o Garcia para dublar os dois. Assim surgiu aquele Príncipe Adam com uma voz mais terna e o He-Man com a voz mais firme, em um dos trabalhos mais primorosos da carreira de Garcia Júnior.

A voz firme de Isaac Bardavid acaba direcionando o seu trabalho para personagens com temperamento forte, assim, não é difícil vê-lo interpretando vilões ou figuras rudes, são os casos de Wolverine, Freddy Krueger e Tigrão. Mas o destaque da carreira de Isaac está realmente no personagem Esqueleto, uma mistura de malvado com escrachado que até hoje é a marca maior da carreira do dublador.

Garcia Junior será o eterno He-man, Isaac Bardavid o eterno Esqueleto, tanto que no filme do herói para as telonas que foi dublado em São Paulo, os dois estiveram presentes na interpretação dos seus personagens. O restante do elenco é o que de melhor havia na Herbert Richers em termos de dublagem na época.

Com vocês… as vozes dos Defensores do Universo!

Confira abaixo os elencos de vozes no Brasil:

HERÓIS

ELENCO

DUBLAGEM ORIGINAL

He-man Garcia Júnior

Gato Guereiro

Orlando Drummond


Gorpo

Mário Jorge


Mentor

Marcos Miranda


Teela

Vera Miranda


Feiticeira

Ilka Pinheiro


Rei Randor

José Santa Cruz


Rainha Marlena

Sônia Ferreira


Aríete

Paulo Flores


Stratos

Roberto Macedo


Zodak

Carlos Marques


Multi-faces

Sílvio Navas


Dree Elle

Juraciára Diácovo


VILÕES

ELENCO

DUBLAGEM ORIGINAL

Esqueleto Isaac Bardavid

heman_maligna

Maligna

Ângela Bonatti


Homem Fera

Garcia Neto


Aquático

Júlio César Barreiros


Mandíbula

Armando Casella


Triclops

Flávio Colatrello Júnior


Multi-Garras

Francisco José


Spike

Ionei Silva


Violento

Darcy Pedrosa


Cobra Khan

Francisco José


Homem Lagarto

Nelson Batista


Semente do Mal

Dario Lourenço


Webster

Orlando Prado




style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin