É um desenho animado da Filmation com aventuras do clássico herói mascarado que gritava: “Hi-Ho Silver em frente”. Junto com seu amigo índio Tonto, ele combatia os vilões de velho oeste.

Emissora: CBS.
Emissora no Brasil: Rede Globo e TV Record.
Transmissão Original: de 13 de setembro de 1980 a 30 de janeiro de 1982.
Duração: 15 minutos.
Temporadas: 2 (28 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Filmation Associates.

 

O Desenho.


Criado por George W. Trendle em 1933 para o rádio, o Cavaleiro Solitário fez um enorme sucesso também na televisão com a série produzida na década de 1950. Depois disso o herói ganhou duas versões em desenho animado para a televisão. Em 1966, a Format Films produziu um desenho do Cavaleiro Solitário, com uma animação pobre e limitada, que durou três anos. Depois a Filmation, conhecida por adaptar outras séries para desenho, como Lassie e Zorro, trouxe uma nova série animada do Cavaleiro Solitário.

A versão da Filmation estreou em 1980, como parte do “Tarzan / Lone Ranger Hour” com William Conrad dublando a voz do Cavaleiro Solitário, embora fosse creditado como William Darnoc nos créditos finais. Como a violência era fortemente combatida nos desenhos da época, os roteiristas tinham que encontrar uma saída, no mínimo criativa, para que o Cavaleiro Solitário não atirasse nas pessoas. Na maioria das vezes, ele disparava em algum objeto inanimado, que de alguma forma poderia derrubar os malfeitores da semana.

 

A História.


A origem do herói tem início quando o único sobrevivente de uma emboscada promovida pela gangue do Buraco na Parede, o policial do Texas John Reid, é salvo pelo índio Tonto – um amigo de infância. Recuperado, ele decide trazer a justiça para o Velho Oeste. Escondido sob a famosa máscara (que surgiu inicialmente para enganar a gangue do Buraco na Parede), o herói inicia sua missão, sempre ao lado do fiel amigo indígena  Tonto e montado em seu cavalo Silver, um animal vigoroso e veloz. Juntos enfrentam os mais perigosos foras-da-lei. Para isso, Reid conta com inúmeros disfarces e sua arma com balas de prata – que nunca usa para matar, e sim como aviso.

Quando uma nuvem de poeira é levantada e ouvimos o famoso grito: “Hi Yo Silver!” é porque o Cavaleiro Solitário entrou em ação para combater os malfeitores do velho oeste.

No final de cada episódio, o Cavaleiro Solitário entregava uma bala de prata às vítimas que ele ajudava, e sempre que estivessem em perigo, bastaria que lhe enviassem essa bala e ele entenderia sua mensagem. Tonto chamava o Cavaleiro Solitário de Ke-mo Sah-bee.

 

No Brasil.


O público brasileiro já conhecia o herói mascarado do seriado televisivo e o chamava de Zorro, já que foi esse foi o título recebido pelo Cavaleiro Solitário em sua primeira aparição nas telinhas brasileiras. Em 1954, a EBAL lançou uma revista em quadrinhos com o título de Zorro, mas também o protagonista era o herói de azul. Mas o Cavaleiro Solitário nada tem haver com o herói de capa e espada.

Foi quando apareceu o desenho animado na década de 1980, sendo mostrado dentro dos programas infantis Balão Mágico e Xou da Xuxa, com o nome do herói voltando para “O Cavaleiro Solitário”, ocasião em que, ironicamente, dividia um bloco com o Zorro. Foi reprisada mais tarde pela TV Record.



style=”display:inline-block;width:300px;height:250px”
data-ad-client=”ca-pub-7216971035978343″
data-ad-slot=”8029069552″>

WordPress Video Lightbox Plugin