Emissora: ABC.

Emissora: Tv Excelsior e Rede Globo.
Ano de Produção: de 1960 a 1966 (166 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera
Productions.

Letra do Tema de AberturaLista de EpisódiosVídeo da aberturaElenco

 

 

 

O Desenho.

 

Para aqueles que pensam que na Idade da Pedra o mundo não tinha a modernidade de hoje, estão redondamente enganados. A tecnologia existia sim, adaptada a matéria prima que os homens tinham em mãos. É nesse cenário, com casas construídas em rochas, eletrodomésticos ligados à força animal (como Mamutes aspiradores de pó, Pigasauros depósitos de lixo) e carros movidos à força humana que se encontra a desenvolvida cidade de Bedrock, onde moram duas carismáticas famílias: os Flintstones e os Rubbles.

A série  Os Flintstones foi o primeiro desenho animado de William Hanna e Joseph Barbera e é também uma das mais rentáveis criações da dupla para a TV até hoje. O desenho que originalmente se chamaria "Os Gladstones", foi lançado no dia 30 de setembro de 1960 e a princípio teve 166 episódios de meia hora.

 

 

O sucesso de Fred Flintstone e companhia foi tanto, que a série foi o primeiro desenho animado a entrar no ar em horário nobre. A Hanna-Barbera chegou a licenciar cerca de 3.000 produtos com a marca Flintstones, apenas nos Estados Unidos. Em 1963, uma boneca da Pedrita conseguiu um total de vendas de aproximadamente 20 milhões de dólares!

A Reynolds Tobacco pediu que fosse produzido um comercial com os personagens fumando seus produtos, já que Os Flintstones era uma animação para adultos. Hoje o comercial parece meio fora do contexto para uma animação que passou a ser apreciada pelo público infantil.

 

A História.

 

O programa mostra o cotidiano da família Flintstone, onde o patriarca Frederick Flintstone é um sujeito preguiçoso, embora trabalhe na Pedreira do rabugento Sr. Pedregulho operando um Dino-guindaste, para ganhar suas míseras "lascas" (moeda local). Fred, como é conhecido, mesmo sendo casado, tenta sempre dar uma escapadinha, com o seu vizinho Barney para o boliche ou para o Clube dos "Búfalos d’Água" do qual fazem parte só os homens de Bedrock. Machista de mão cheia, Fred jamais pensou em ajudar a esposa em casa e quer tudo prontinho pra ele, como o seu filé de Brontossauro postado ao lado da sua Cactus Cola.

Fred tem a incrível capacidade de transformar as situações mais banais, numa verdadeira encrenca, perde a paciência com facilidade e explode com mais facilidade ainda, porém é extremamente amável com sua família e seus amigos, por isso não é difícil ouvi-lo bradar de alegria: “Yabba Dabba Doo”. Sua esposa Vilma, é uma excelente dona de casa, adora preparar tudo para família, mas também não dispensa uma fofoca com a vizinha Betty. Alegre e divertida, Vilma exerce influência sobre o espírito exuberante de Fred e está sempre atenta para livrá-lo das confusões em que freqüentemente se envolve.

 

 

Ao lado dos Flintstones, mora a família Rubble, os maiores amigos dos Flintstones. Barney é um sujeito de bem com a vida, baixinho (por isso chamado de Nanico por Fred, às vezes), extrovertido e excessivamente inocente, dificilmente consegue ver maldade em alguém. Não é o sujeito mais brilhante do mundo, e invariavelmente é envolvido pelas tramóias de Fred, é nesse momento que ele tenta aconselhar o amigo usando sua frase de efeito: “hei Fred!”. Sua esposa Betty Rubble, é a melhor amiga de Vilma, e assim como a colega é uma excelente dona de casa, mas também uma grande feminista.

No início, a temática do desenho era mais adulta, e as aventuras giravam em torno dos quatro amigos e os bichinhos de estimação dos Flintstones, o Dino (que jogava Fred no chão toda vez que ele chegava do trabalho) e o gato dente-de-sabre, além do canguru pré-histórico dos Rubbles. Gradativamente a família foi crescendo e em 1962 nascia a filha dos Flintstones, a doce Pedrita. Os Rubbles não ficaram pra trás e adotaram o pequeno garoto Bambam que foi deixado a sua porta. O menino é conhecido por sua super-força capaz de levantar um dinossauro.

 

 

Anos depois algumas mudanças aconteceram no desenho animado, e outros personagens ingressaram nas aventuras dos Flintstones. Primeiro foi Gazoo, um marcianozinho verde (que falava como se tivesse um ovo na boca) que tentava de todas as formas usar seus poderes para ajudar Fred Flintstone, mas, mesmo sem querer ele acabava atrapalhando. Depois mudou-se para outra casa ao lado dos Flintstones os Frankenstones, uma família de pessoas estranhas e assustadoras inspiradas na Família Addams. Nessa época começou a aparecer no programa o herói pré-histórico Capitão Caverna. Participações especiais foi o que não faltou nesta fase do desenho, como o sócia de James Bond ou Samantha e Darrin da série A Feiticeira, evidentemente todos adaptados a realidade da Idade da Pedra.

 

 

Outras Versões.

 

Após o cancelamento de Os Flintstones, foi produzido o primeiro especial da série, Um Homem Chamado Flintstone (A Man Called Flintstone, 1966), visando o  público que assistia a série na sua última temporada. Vários outros longas foram produzidos, entre eles O Casamento de Bam-Bam e Pedrita (I Yabba Dabba-Do, 1993).

Inúmeras séries baseadas na idéia original se seguiram, inclusive Pedrita e Bam-Bam (The Peebles and Bamm-Bamm Show, 1971-1972), mostrando os filhos dos Flintstones e Rubbles já adolescentes, e Os Flintstones nos Anos Dourados (The Flintstone Kids, 1986-1988), narrando as aventuras de Fred, Wilma, Barney e Betty quando crianças.

O diretor Brian Levant fez dois filmes, em 1994 e 2000, baseados no desenho.

 

 

No Brasil.

 

No Brasil o personagem Fred teve a dublagem do ator Marthus Mathias na primeira versão e do ator Alceu Silveira na segunda versão. Barney recebeu a voz de Rogério Márcico, o mais conhecido a dublar o personagem, mas também recebeu a voz de Waldir Guedes e Chiquinho Ferrão. Vilma teve a dublagem da atriz  Helena Samara e Betty foi dublada por Nícia Soares e Aliomar de Mattos. O personagem Dino também já falou (!), na oportunidade foi dublado por aqui por Amaury Costa. Os dubladores Cristina Camargo e Aliomar de Mattos fizeram a voz de Pedrita, enquanto Older Cazarré e Maria Inês foram responsáveis pelo Bambam. O dublador mais freqüente do personagem Sr. Pedregulho foi Waldir de Oliveira, e Wilson Ribeiro fez a voz do Grande Gazoo.

 

 

 

 

COMENTE:

 

O InfanTv coloca à sua disposição um espaço para comentar as matérias publicadas no site. Pedimos que participe de maneira educada, respeitando a opinião dos demais e tratando exclusivamente dos temas abordados na página. Leia o nosso Termo de Uso e Responsabilidade.

 
comments powered by Disqus